Registro de esquecimento

Que nenhuma estrela queime o teu perfil
Que nenhum deus se lembre do teu nome
Que nem o vento passe onde tu passas.

Para ti criarei um dia puro
Livre como o vento e repetido
Como o florir das ondas ordenadas.

Sophia de Mello Breyner Andresen

4 comentários:

Má Midlej disse...

Que bonito!

Falk Brito disse...

Má, muito obrigado pela visita. Fico feliz que tenha gostado do texto. Beijos.

leticia disse...

Olá Falk!!
Parabéns pelo seu blog e seus lindos trabalhos!!!
Gostaria de saber como fazer as suas criações? pois amei as mandalas !!!
Vc tem algum livro publicado ou passa algum diagrama??
Aguardo respostas
um grande abraço Letícia

Falk Brito disse...

Letícia, obrigado pela visita e pelo carinho. Fiquei muito feliz com o seu comentário. Infelizmente, não tenho nenhum livro publicado. Pretendo diagramar minhas mandalas, mas... bem, quando eu tiver o diagrama, prometo disponibilizá-lo. Beijos.

MEU PAPEL É SER SUA COMPANHIA.
falkbrito@gmail.com